quarta-feira, 14 de julho de 2010

Gotas


Era uma noite chuvosa em que eu estava olhando para as gotas que
caia sobre as poças d'água,
e pensando em como seria minha vida sem Ela.
já estava chegando a três e meia da madrugada e a insônia já era parte
das madrugadas daquelas noites,
chegava a deitar mais o sono não vinha, sentei na janela para olhar novamente a chuva,
então observei uma poça d'água que estava brilhando pela luz do poste
que estava refletindo sobre ela.
Aquela poça d'água era diferente das outras, ela estava solitária e era
formada por pequenas gotas d'água,
só que ela estava trazendo luz, e meus olhos estavam fixados a ela me fazendo pensar.
Depois de um tempo passado em que eu estava contando as gotas que
caia naquela poça d'água,
eu peguei o telefone e liguei para Ela.
Quando ouvi a voz encantadora vindo do celular, eu dei um suspiro, que naquele momento parecia que seria
o ultimo suspiro que eu iria dar.
Então disse a Ela como estava me sentindo a respeito dos nossos sentimentos, disse que não aguentava mais viver
pensando que um dia não iria mais tela em minha vida e que Ela passaria
somente de uma lembrança, e que não era o que eu queria.
Ela então estava segurando sua respiração pois não queria soltar uma lágrima se quer, embora já tivesse caído muitas.
A madrugada dela não estava diferente da minha, Ela me contou que estava deitada vendo as gotas que batia na janela,
e que não passava um minuto se quer sem pensar em mim.
Eu então disse novamente que não aguentava mais a idéia dela de que não poderíamos mais estar juntos.
Ela então se declarou novamente pra mim,dizendo que eu era o que ela mais precisava, o que mais completava
e o que ela mais amava, só que amor era tão forte que não aguentava viver pensando que somente em "algum" dia nós
iríamos estar juntos. Pois ela havia se mudado na noite anterior e não
tinha previsão de volta.
Contei a ela uma história que dizia:

Era uma vez uma Nuvem que era apaixonada pela Terra, só que elas
estavam muito distante uma da outra e nada poderia acontecer,
mas o amor delas era tão grande que um dia a Nuvem pediu para Deus
fazer dela um rio para que ela pudesse ficar
sempre ao lado da Terra. Mas Deus disse que não poderia tirá-la de lá.
Mas ele teve uma idéia, ele resolveu fazer
com que as águas do rio fossem até a Nuvem para que ela pudesse
jogar águas sobre a Terra.
Então a Nuvem foi embora triste sabendo que ela nunca iria ter o seu
amor ao teu lado.
Ela foi se encontrar com a Terra, triste, e começou a falar que elas
nunca iriam se tocar um dia.
A Terra, então, mesmo triste dizia, eu estou feliz sabia? todos os dias eu
acordo e vejo você comigo, embora
você esteja ai em cima, bem longe de mim.
A Nuvem então paralisou quando ouviu as palavras da Terra, e caiu uma coisa estranha dos olhos dela, era uma gota que nunca
tinha caído de tanto tempo que ela estava viva.
a terra ficou encantada por estar sentindo aquilo, era tão mágico.
Deus apareceu naquele momento e disse, eu não pude deixar de ver o amor de vocês, então eu fiz com que a Nuvem pudesse derramar
suas lágrimas para poder ficar próximo da Terra.
Des de aquele momento a Nuvem passou a derramar suas lágrimas para a Terra não se sentir só.

Eu então disse a ela que nunca iria desistir, e sempre iria escrever para ela não se sentir só. Assim como a Nuvem derramou suas lágrimas para a Terra.

6 comentários:

  1. nossa meu , eu curti muuuito *---*
    parabéns Gabriel , vejo que tu tem muito talento . E além de tudo é bastante criativo .

    Beijão

    ResponderExcluir
  2. Brigaado *-*
    você tbm karen, tu tem muito talento.
    brigado

    ResponderExcluir
  3. Gabriel, que texto demais *-* Parabéns.
    Você é muuuito talentoso!
    Beijão ;*

    ResponderExcluir